1.        

Está chegando a hora da segunda batalha

E o campeonato baiano começou de verdade. Nos seis derradeiros jogos, a partir de agora, qualquer deslize pode tirar a chance de ser campeão. Depois de uma primeira fase inconstante e cheia de tropeços, o Leão da Barra começou bem a fase final do Baiano ao vencer o Itabuna por 1×0 longe da toca.

Neste domingo o Vitória pega o Conquista no Barradão com expectativa de estádio cheio. O time rubro-negro vem melhorando desde a chegada de Vagner Mancini ao comando da equipe. A marcação aos poucos vem sendo acertada, bem como a motivação dos jogadores parece ser outra.

O jogo deste domingo pode abrir bem o caminho do Leão para o bicampeonato. Vencendo, o rubro-negro ficará com 6 pontos e poderá ser beneficiado mais ainda caso o Bahia empate ou perca para o Itabuna. Eu acredito que o Vitória tem totais condições de vencer seus dois próximos jogos que serão dentro de casa.

Se conseguir este feito, o rubro-negro encerra a fase de "ida" com 100% de aproveitamento e deixará os adversários em povorosa, pois o Leão da Barra precisará apenas de um triunfo nos três últimos jogos da competição e pega o adversário mais fraco (teoricamente) dentro de casa (Itabuna).

É hora do time se concentrar mais ainda na competição. Qualquer erro pode ser fatal. É preciso ter coragem e ousadia para vencer mais três jogos e se consagrar campeão. É hora de devolver as derrotas pro rival na primeira fase e de quebra terminar com o título.

Domingo, todos os caminhos levam o torcedor rubro-negro ao templo sagrado chamado Barradão. Sou Feliz, Sou Vitória, Sou feriado nacional. Torcida vamos colorir mais ainda nosso estádio de vermelho-e-preto, vamos cantar os 90min, vamos apoiar nosso time e fazer o Conquista sentir o peso de nossa camisa, de nossa tradição.

"VITÓRIA. Duas cores, Um Leão, Uma Nação, Uma Paixão"

Comentários ( 1) | Permalink
2.        09/04/2008
Isso sim é um lixo, isso foi um lixo


Parece uma rua de bairro suburbano, mas foi a Fonte Nova em novembro/2007

Isso é um estádio bem cuidado e planejado



Torcedores humanos comemoram em seus lugares



Animais invadem e destroem…


o próprio lixão…


Onde é o Lixão em Salvador? No Barradão que é limpo, seguro e aconchegante ou na Fonte Nova com suas diversas erosões de concreto que terminaram vitimando sete pessoas? O Lixão é o Barradão onde não se registrou nenhuma tragédia por ordem estrutural ou a Fonte Nova que estava entregue as baratas, com vários pontos de ferrugem, banheiros fétidos, arquibancadas com limo de tanto torcedores mijarem? Observem na foto do buraco que vitimou sete torcedores. Olhe ao redor e constate como não se parece as piores ruas de sua cidade, onde a sujeira reina.

E ainda cogitaram a idéia de jogar no Barradão


No Barradão não entram animais, herbívoros e depredadores de patrimônio público.
No Barradão só entra pessoa de boa índole, convivência e que respeite as construções públicas e privadas.

Comentários ( 22) | Permalink
3.        08/04/2008


Rival ganha novo mascote


Sem estádio, sem teto, sem renda, sem verba, sem respeito, sem títulos a seis anos e agora sem mascote. Os criadores do Superman e o cartunista Ziraldo entraram com uma ação contra o Bahia pelo fato do mesmo não estar pagando os direitos autorais e artísticos do Superman, o mascote do finado de Itinga há 14 anos.

Sem o dinheiro para continuar com o mascote baseado num filme fantasioso, o Bahia procurou outros mascotes e ficou na dúvida entre Seu Madruga (Chaves) e o cômico Incrível Miserável da Legião dos Super-Heróis Brasileiros, do programa Casseta&Planeta da Rede Globo.

Como o mascote "Seu Madruga" é estrangeiro e tem um valor maior, o Bahia não hesitou e pegou o mascote que mais representa o seu momento atual como time de futebol (sic) e adotou o Incrível Miserável, um herói às avessas que passa fome, não tem um tostão no bolso, mas que ainda pensa que mesmo assim pode ser útil a sociedade.

Houve boatos na cidade e nas rádios baianas que, entre 2005 a 2006 a divisão de base do time tricolete comia pão com ovo no café e tinha dia que não havia almoço para os jovens atletas. Houve também o famoso calote pra cima dos jogadores do elenco principal. Aí os jogadores passaram a fingir que jogam porque a diretoria deles fingiam que pagavam.

O fato é que a decadência do tricolixo de Itinga começou, paradoxalmente, depois da conquista milagrosa do Brasileiro de 1988. De 1989 para os dias atuais, o time carniça foi rebaixado para a Série B em 1997 e 2003 e caiu para a Série C em 2005. E no Plano Estadual, de 1989 aos dias atuais, o VITÓRIA conquistou treze títulos (89,90,92,95/96/97,99,2000,2002/03/04/05 e 2007) contra apenas cinco do finado (91,93/94,98,2001) e um do Colo-Colo de Ilhéus (2006).

E o torcedor do Bahia ainda quer tirar onda. Aliás, só consegue tirar onda com os títulos do passado distante, pois na atualidade o bahia não tem perspectiva alguma de crescimento no futebol brasileiro. Falam tanto dos 42 estaduais, sendo que quase que a metade foi de maneira corrupta admitida no livro "Bahia: Futebol, paixão e catimba" de autoria do ex-dirigente tricolor, Osório Villas Boas.

O ano que eu mais gosto de lembrar aos torcedores do finado é o de 2003 quando eles montaram um "supertime" e conseguiram ser nono colocado entre 12 times no campeonato baiano, quase chegando a zona de rebaixamento do estadual. Naquele ano teve o famoso Ba-Vi onde vencemos por 6×2 com show do meia/atacante Zé Roberto.

E pra completar, no Brasileiro daquele ano, o tricolixo foi um verdadeiro time-bônus com a promoção fantástica "jogue 1 e fature 03 pontos". E foi neste esquema que o Santos Reserva deu 4×0 na Vila Belmiro e no jogo de volta deu 7×4 (com o time titular e ROBINHO estraçalhando); os 6×1 do Flamengo no Rio de Janeiro e a derrota acachapante por 7×0 para o Cruzeiro na última rodada, em que o Bahia teria que vencer para permanecer na primeira divisão.

Só Alex (hoje no Fenerbache) fez 5 gols. O Cruzeiro chegou a 101 gols naquela partida. E o Bahia foi rebaixado da pior forma possível: tinha que vencer e tomou 7×0 em casa. KKKKKKKKKK.


Outro fato que gosto de lembrar foi o do maior velório do mundo. Na última rodada da Série B de 2004, Bahia x Brasiliense se enfrentavam e cabia ao tricolixo vencer para voltar a Primeira Divisão sem usar o recurso "janela" e "tapetão". O Brasiliense já estava com vaga assegurada e veio pra Salvador sem cinco importantes titulares.

Eu fui para este jogo e com meu espírito-de-porco, ainda fui com a camisa da Seleção Brasileira para fazer uma pequena menção ao time amarelo de nome brasiliense que veio a Salvador. Hehehehe. Aquele jogo eu não esqueço tão cedo. A torcida deles toda empolgada cantando "ihhhhh primeira divisão para o ano estou aí" hahahahahaha…Pensando que o Brasiliense ia ser presa fácil.

O time deles achou isso também e o FUMO ENTROU LEGAL. 3×2 pro Brasiliense, de virada, com direito a gol de escanteio de Fabrício KKKKKKKKKK…O Clima de festa na Fonte Nova lotada (60 mil pessoas) virou rapidamente no maior funeral do mundo, só se escutava BUAAAAAAAAA com alguns momentos de puro silêncio e "gritos" de corvos, só se via pessoas cabisbaixas e a Fonte se calava…

Eu irônico pra caramba, saí de riso preso…mas rindo pra caralho mentalmente…Fui para este jogo com minhã mãe, que infelizmente não sabe torcer…torce pro finado.

Pense numa mudança de clima totalmente? Foi isso que aconteceu no jogo contra o Brasiliense. A torcida tava tão empolgada e com dois gols do adversário o clima fúnebre entrou "de com força" nos corações dos tricoletes. E como o castigo foi pouco, o Bahia caiu pra Serie C no ano seguinte e por lá ficou até o ano passado, quando subiu se cagando todo.

Ahhh e pra encerrar. Em 2006, em plena Série C. Ferroviário-CE 7×2 Bahia! Pense na gozação feita pelos torcedores do Vitória com este resultado. Teve torcedor que parou no Hospital, outros não resistiram e desceram a sepultura.

Comentários ( 27) | Permalink
4.        07/04/2008


Vitória inicia bem a busca do Bicampeonato


O Vitória deu seu pontapé inicial para a conquista do Campeonato Baiano de 2008. Jogando contra o Itabuna fora de casa, o Leão confirmou meu texto de sábado; e com garra, determinação e ousadia voltou para Salvador com 3 pontos na bagagem além de contar com a sorte do jogo entre Vitória da Conquista x Itinga ter terminado em empate (0x0). O único gol da partida foi marcado por Rodrigão (pra variar). É o 5º gol dele em 5 jogos disputados.

Com o resultado, o Leão se tornou líder e está com 02 pontos a frente dos concorrentes diretos e terá dois jogos dentro de casa contra estes times (Vitória da Conquista e Vicitinga de Camaçari). Agora é trabalhar durante a semana para focar as duas vitórias no Barradão e ficar com uma mão no troféu.

Agora faltam cinco "finais" e precisamos de mais três triunfos (no mínimo) para assegurar o bicampeonato baiano. Pode parecer cedo, mas se o Vitória confirmar seu favoritismo em seu mando de campo nas duas próximas rodadas, vamos entrar no rol de "quem rir por último rir melhor".

Pois, a torcida dos Sem Teto riram a primeira fase toda, comemorando a liderança da primeira fase esquecendo que o importante é ser líder na fase decisiva, o quadrangular. Tenho fé no Vitória nos dois próximos jogos em casa. Uma contra o Vitória da Conquista (que pareceu ter tremido ontem) e o próprio Itinga de Camaçari e Feira de Santana.

Vamos em frente Leão! Em busca do bicampeonato! A missão 6 pontos está lançada! A melhor resposta que vamos dar aos torcedores sem teto é se terminarmos os jogos de "ida" com 100% de aproveitamento e precisar apenas de um triunfo nos 03 jogos de "volta"…Elas vão ficar descontroladas…E eu amo tudo isso!

Com certeza as tricoletes já estão com medo de um certo centroavante chamado Rodrigão. Aliás, não só com Rodrigão. O Ramon também está esperto e é tido como carrasco tricolor, é só lembrar de 1994-1995 quando foi a primeira passagem de Ramon pelo Leão da Barra.

Vale ressaltar, que aos poucos o Vitória vem mudando seu estilo de jogo e acho que já é o famoso "dedo do treinador" perante os seus comandados. A defesa se portou bem ontem e evitou todas as tentativas de bola alçadas na área pelo time do Itabuna.

Todos os times da Bahia sabem que a bola aérea é um ponto fraco da equipe leonina, porém parece que Vagner Mancini vem treinando a finco como se proteger neste sentido. Estou mais esperançoso com a chegada deste promissor treinador. Mas nunca vou esquecer de cobrar novos reforços para o Brasileirão. Avante Leão!

Comentários ( 14) | Permalink
5.        05/04/2008


É hora do Leão rugir forte


A partir de amanhã, nós torcedores, temos que tentar ao máximo esquecer os problemas do time, os tropeços e a falta de arrumação do Leão da Barra e ajudar com toda nossa força para a conquista do bicampeonato estadual.

Teremos 6 finais a partir de agora, não pode falhar…é tiro curto. Enfrentaremos o Itabuna, o Bahia e o Vitória da Conquista em jogos de ida e volta.

A primeira final será amanhã contra o Itabuna, na casa do adversário às 16h. O Vitória tem que partir para cima. É hora do Leão rugir forte, destroçar os adversários e partir em busca do título.

Neste domingo o Leão vai mostrar outra cara, outra postura em campo. Assim eu e toda a nação rubro-negra espera! Que nossos jogadores não nos decepcionem mais e procurem nestes 6 confrontos vencer 4 jogos no mínimo para ficarmos com a mão no troféu.

Bora Rodrigão, Ramon, Marquinhos, Diego Silva, Michel. Precisamos mais do que nunca de seus gols!!!

Força Ney, Batatais, Anderson Martins, Vânderson, Ramirez, Bida!! Precisamos mais do que nunca de suas forças defensivas!!!

"Procura mostrar todo o seu poder, somos invencíveis não vamos temer, o teu pavilhão nós vamos erguer, seremos Vitória até morrer"

DESTAQUES

-Marco Aurélio estreiará na lateral direita amanhã
-O volante Fernando assumirá a lateral esquerda. Acabou a paciência com Gustavo.