O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, foi anunciado nesta sexta-feira como vencedor do prêmio Nobel da Paz.

Segundo o comitê no Nobel, Obama receberá o prêmio "por seus esforços extraordinários para fortalecer a diplomacia internacional e a cooperação entre os povos".

O comitê ressaltou os esforços de Obama para fortalecer organismos internacionais e promover o desarmamento nuclear.

Neste ano, houve um número recorde de 205 indicados para o Nobel da Paz. Entre os outros nomes cogitados para o prêmio estavam o dissidente chinês Hu Jia, a ex-refém e ativista colombiana Ingrid Betancourt e a negociadora colombiana Piedad Cordoba.

No ano passado, o prêmio Nobel da Paz foi entregue ao ex-presidente da Finlândia Martti Ahtisaari, que estev envolvido em várias negociações de conflitos como o de Kosovo e Iraque.

Em 2007, o prêmio foi para ex-vice-presidente americano e ativista Al Gore, juntamente com o Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas. Já em 2006 o escolhido foi o bengalês Muhammad Yunus, pioneiro na implementação do microcrédito para pessoas em extrema pobreza (2006).

O vencedor do Nobel da Paz – escolhido por um comitê formado por cinco membros – ganha uma medalha de ouro, um diploma e um prêmio em dinheiro de 10 milhões de coroas suecas – o equivalente a cerca de R$ 2,5 milhões.